ENTENDENDO  O  BRUXISMO

A origem do termo bruxismo  data de 1907, quando foi utilizada por Marie & Pietkiewicz como La bruxomanie (bruxomania em portuquês) derivado da palavra grega brychein que significa triturar ou ranger os dentes com a terminação mania, cujo significado é compulsão. Devido a este último significado, a palavra foi rebatizada como bruxismo . Este  fenômeno acontece em adultos e crianças, durante a noite e/ou durante o dia.

CAUSAS DO BRUXISMO

Pesquisas apontam a ansiedade e o stress como fatores importantes como causadores  de bruxismo ( bruxismo primário)  mas pode estar associado também ao uso de determinados medicamentos anti- depressivos, , transtornos de déficit de atenção e hiperatividade, infecções, processos alérgicos das vias aéreas superiores , problemas respiratórios ,distúrbios do sono  e também associado a determinados hábitos como o uso exagerado de bebidas alcoólicas e cafeína.

CONSEQUÊNCIAS DO BRUXISMO

Desgaste  e fraturas  dos dentes, dores de natureza variadas: dor nos dentes, dor facial e /ou de cabeça , cansaço nos maxilares e desconforto ao mastigar e deglutir. Algumas destas dores faciais são devido ao cansaço dos músculos que trabalham em excesso durante  à noite e /ou durante o dia causando eventual inflamação traumática da  articulação têmporo-mandibular.

TRATAMENTO DO BRUXISMO E DAS SUAS CONSEQUÊNCIAS

O papel do cirurgião-dentista é evitar que o sistema como um todo: articular, muscular e dental continue sendo lesado. Havendo lesões, tratar essas consequências do bruxismo.

– Orientar e conscientizar o paciente deste hábito deletério .
– Usar de noite e/ou de dia placa de acrílico para estabilização ou placa reposicionadora do disco articular .
– Usar Medicação intra oral ou infiltrativa.
– Fisioterapia.
– Laserterapia.
– Agulhamento dos pontos doloridos da musculatura (gatilhos ou trigger Points).