Tempo de Leitura: 2 minutos

O que é uma restauração dental?

A restauração é uma forma de fazer com que o dente afetado por cárie, que é uma infecção bacteriana ,ou por fratura decorrente de traumas, recupere sua forma e sua função normais. Quando um dentista faz uma restauração, ele primeiro trabalha na parte do dente que está deteriorada. Inicialmente descontamina a área atingida, aplica produtos que protegem o remanescente dentário e por fim restabelece a parte faltante com um determinado material que apresente características de resistência, estética e durabilidade condizentes com a demanda de cada caso. Quanto ao tamanho, ou seja , a proporção entre a parte nova e antiga do dente teremos as restaurações parciais de diversos tipos e as totais – chamadas coroas dentais.

Ao preencher com precisão micrométrica os espaços onde as bactérias poderiam se infiltrar, a restauração também previne possíveis recidivas por infiltrações.  Assim, a acurácia na remoção das bactérias e o preparo manual feitos pelo dentista são o primeiro fator contributivo ao sucesso a longo prazo das restaurações. A qualidade do material escolhido e a técnica de execução são os fatores complementares essenciais na obtenção do resultado.

Os materiais de escolha são variáveis e os mais utilizados são as resinas e as porcelanas, que são tipos de cerâmicas bastante sofisticadas e que apresentam melhores indicadores de performance a curto e longo prazo.

O que são coroas e Próteses fixas (pontes)?

Tanto as coroas como as próteses fixas são cimentadas no dente ao contrário dos recursos móveis, como as dentaduras e próteses parciais removíveis, que podem ser retiradas e lavadas diariamente. As coroas e próteses fixas por serem cimentadas nos dentes existentes ou em implantes só podem ser removidas pelo dentista.